S. Martinho do Porto – a graciosa baía

Quando avaliamos o nosso país somos um pouco suspeitas porque o adoramos, mas não devemos estar longe da verdade ao afirmarmos que Portugal é um dos mais belos países do mundo! A costa continental portuguesa é

extensa. Ao longo dos seus quase 950 quilómetros, encontramos lindas praias de areia fina e dourada e falésias com miradouros magníficos. Neste artigo vamos falar-lhes da vila de S. Martinho do Porto ou “Baía do Oeste” como é carinhosamente apelidada, cuja localização se situa no concelho de Alcobaça e distrito de Leiria.

Vista para a Praia da Gralha na Costa Oeste de Portugal, junto ao Miradouro do Cruzeiro de S. Martinho do Porto
O Cruzeiro de S. Martinho do Porto foi colocado neste local em 2010
Vista aérea da baía de S. Martinho do Porto, a “Concha do Oeste”

Para quem vai de passeio, a Estrada Atlântica que nos leva até lá oferece mais de 60 quilómetros de vistas panorâmicas para o Oceano Atlântico e para os contornos de costa com praias e dunas de arregalar os olhos. Aproveite todos os miradouros que encontrar.

Miradouro de Salir do Porto

E por falar em dunas, o primeiro contacto com a baía é em Salir do Porto com paragem obrigatória. Logo aí percebemos que a Mãe Natureza foi muito generosa com este local. Ao longo dos séculos, os ventos e a troca das marés depositaram aqui areia e granito que deu origem à duna de Salir do Porto (é a maior de Portugal e já foi a maior da Europa) com 200 metros de extensão e 50 metros de altura.

A Duna de Salir do Porto

Na sua base desagua o Rio Tornada cuja junção da água doce e salgada é cercada por outras pequenas dunas onde aves e vegetação são protegidas e podem ser apreciadas percorrendo os passadiços existentes no local.

O passadiço que nos transporta através da fauna e flora na foz do Rio Tornada
Quadro informativo

Tentar conquistar a duna proporciona alguns momentos de diversão. Para ter sucesso, faça-o pausadamente e com paragens. Conseguiu chegar ao topo? Então desfrute do que os seus olhos veem e comece o desafio da descida. A encosta ingreme obriga a aumentar a velocidade e o resultado acaba quase sempre com um mergulho na areia, mas garantimos que é uma atividade muito divertida e origina sonoras gargalhadas!

Vamos lá subir isto…
Saboreando a conquista do território!…

A vila de S. Martinho do Porto foi em tempos um importante porto de mar ligado à pesca e à construção naval. No século XV foram aqui construídas algumas caravelas com madeira do Pinhal de Leiria que foram usadas na Epopeia dos Descobrimentos.

As ruínas da Alfândega artesanal onde proliferava a indústria naval
Tem apenas 200 metros a abertura que separa a baía do oceano

No século XIX, depois de se ter tornado uma conhecida estância balnear, S. Martinho do Porto começou a ser muito procurada pela nobreza e burguesia que ali construíram algumas casas senhoriais para se instalarem durante os meses de Verão.

Uma das bonitas construções que se podem encontrar num passeio pela vila
A praia de S. Martinho do Porto
Que belos gelados que se comem aqui, na marginal…

Nos dias que correm, a localidade é invadida por veraneantes que procuram umas férias tranquilas em família, mas onde não faltam locais de diversão, bons restaurantes e alojamentos.

… e nós não deixámos por mãos alheias!

Os passeios de barco são uma opção a considerar e uma oportunidade de poder passar para lá da abertura de apenas 200 metros que separa a baía do mar. Com um olhar atento do mar para a costa, vamos ouvindo as explicações que nos são dadas quando passamos pelas ruínas da Alfândega artesanal onde foram construídas as caravelas e pela Pocinha de Salir, uma nascente de água doce que se julga ter propriedades benéficas para problemas de pele.

Vamos lá dar uma volta de barco, com segurança
A duna de Salir vista do mar

É bonito ver as dunas a partir do mar, a marginal a fervilhar de vida com as suas esplanadas e o Farol do Morro de Santo António que faz parte do sistema de orientação na entrada da barra. Estes passeios realizam-se durante os meses de Verão entre as 10h e as 20h, têm a duração aproximada de 40 minutos e custam cerca de 10€.

A praia de S. Martinho do Porto e a marginal onde tudo acontece
A passagem da baía para o mar e o Morro de Santo António com o Farol

Outra experiência interessante é passar a pé o Túnel sob o Morro de Santo António. Esta travessia é muito curiosa. De um lado, as águas calmas da baía, do outro as águas do Oceano Atlântico que batem com violência nas rochas… Ao lado do túnel ficam as escadinhas que nos levam até ao Farol do Morro. De lá consegue ter uma vista sublime da abertura da baía.

O imenso e agitado Oceano Atlântico contrasta com as águas calmas e de temperatura agradável da baía
Farol do Morro de Santo António
Os dois morros quase parecem tocar-se

Mas a vila não é só praia. Suba o Ascensor do Outeiro e vá até ao Largo José Bento da Silva onde tem outro belo miradouro e a Junta de Freguesia. Se passear pelas ruas estreitas, vai encontrar algumas casas senhoriais e a Igreja Matriz de S. Martinho do Porto construída no século XVIII.

O Ascensor do Outeiro e a vista do Miradouro para Salir e a sua duna
Largo Comendador José Bento da Silva . Para além do Colégio com o mesmo nome, estão aqui sediadas a Junta de Freguesia, a Casa da Cultura, a Biblioteca e a Associação de Defesa do Ambiente
A entrada da baía vista do Miradouro do Outeiro
Igreja de Salir do Porto

Não deixe de espreitar a Estação Ferroviária que, apesar de simples, ganhou várias vezes o prémio do concurso promovido pela C.P. (Comboios de Portugal) das “Estações bem Cuidadas” da Região Centro do país.

Estação Ferroviária de S. Martinho do Porto

A Albergaria S. Pedro no Largo Vitorino Fróis proporcionou-nos uma agradável estadia com um pequeno almoço fantástico e vista para a baía. No Restaurante Samar comemos refeições muito bem confecionadas com peixe muito fresco, preços razoáveis e grande simpatia dos funcionários.

A Albergaria S. Pedro é uma opção de alojamento que recomendamos
Ai, essa divinal açorda de marisco!…

Não saia de S. Martinho do Porto sem apreciar o por-do-sol na praia… é inesquecível. Só mais uma coisinha: se gosta de doçaria, não deixe de passar por Alfeizerão que fica a menos de 3km de distância, para provar e levar para casa o delicioso Pão-de-Ló de Alfeizerão que é de comer e chorar por mais!

Por-do-sol na praia de S. Martinho do Porto
Cai a noite…
O Pão-de-Ló de Alfeizerão é “um pedaço de mau caminho”…

♥ Boa viagem ♥

One thought on “S. Martinho do Porto – a graciosa baía

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s