The Intrepid Sea, Air & Space Museum – um museu diferente em Nova Iorque

O porta-aviões Intrepid, um dos navios mais bem-sucedidos da História americana, foi construído durante a Segunda Guerra Mundial para a Marinha dos Estados Unidos da América. Este gigante dos mares, com 266 metros de comprimento e capacidade para transportar 100 aeronaves, foi lançado ao mar em Abril de 1943. Mais de 50.000 homens serviram a Pátria a bordo do Intrepid (intrépido=corajoso/obstinado) e 270 perderam a vida durante as suas missões.

IMG_5708 (2)
O porta-aviões Intrepid

O navio serviu em várias campanhas no Teatro de Operações do Oceano Pacífico como sendo a Guerra Fria, Guerra do Vietname e recuperação de Missões Espaciais. Depois de ter sido atingido por um torpedo e por aeronaves Kamikase japonesas, foi desactivado em 1974.

IMG_5837 (2)
Torre de comando do porta-aviões

Em 1982 tornou-se a base do Intrepid Sea, Air & Space Museum em Nova Iorque. Em 2001, o Intrepid serviu como sede temporária do Gabinete Federal de Investigação aos ataques do 11 de Setembro. O museu fica localizado no cais 86 do Rio Hudson em Manhattan, na junção da 46th Street com a 12th Avenue. Este museu é uma das principais instituições históricas, culturais e educacionais dos E.U.A.

NAVIO
O Intrepid no cais 86 do Rio Hudson

A visita é muito interactiva, proporcionando conhecimento detalhado do modo de vida no porta-aviões, ao longo dos seus três decks. Dormitórios, refeitórios e sala de comandos geram muita curiosidade entre adultos e crianças.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Interior da cabine de comando do porta-aviões
IMG_5895 (2)
Panelas da cozinha do Intrepid

No deck inferior, está patente uma exposição com uniformes e apetrechos de guerra. Há ainda a projecção de pequenos filmes históricos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Sistema óptico de aterragem no porta-aviões
sINO
O sino do Intrepid

Alguns dos marinheiros que serviram a marinha americana neste navio acompanham agora os visitantes, voluntariamente, dando a conhecer as suas histórias.

IMG_5861 (3)
O simpático Sr. Ron Capotorto serviu neste navio na manutenção de aeronaves
MARINHEIRO
O Engenheiro Tony Francica, outro simpático voluntário que nos conta as suas histórias passadas a bordo

No “Flight Deck” podem ser apreciados helicópteros, aviões e caças que o tempo vai perpetuar pelo seu desempenho.

IMG_5792 (2)
Grumman E – 1B Tracer, a primeira aeronave de aviso prévio
IMG_5786 (2)
Lockheed SR-71 conhecido como “Blackbird”. Esta aeronave estratégica percorria longas distâncias de reconhecimento sem ser detectada
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Helicópteros da guarda costeira americana na plataforma de voo do Intrepid e o bairro Hell’s Kitchen ao fundo

Outro ponto alto é a visita ao interior do submarino Growler, de propulsão a diesel, que se juntou ao museu em 1989 e é o único submarino americano com capacidade para lançamento de mísseis aberto ao público.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Entrada do submarino USS Growler e o míssil Regulus I
SUBMARINO
Para fazer a visita ao submarino tem que poder passar por aqui

Aqui o visitante fica com uma noção detalhada de como era a vida a bordo desta embarcação. O submarino com 97 metros de comprimento e capacidade para 78 homens, foi lançado ao mar em 1958.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Camaratas no submarino

Durante a Guerra Fria (1958-1964), este submarino de mísseis de cruzeiro tinha como missão fornecer capacidade de dissuasão nuclear na costa do Pacífico da União Soviética. A sua missão tornou-se obsoleta aquando da implantação de submarinos de energia nuclear com mísseis balísticos.

IMG_5767 (2)
Sala dos mísseis

Outra presença importante nesta exposição é o vaivém espacial Enterprise, concebido para efetuar voos de testes atmosféricos e verificações técnicas. O seu primeiro voo foi em 1977 e o último em 2012, passando então a fazer parte deste museu.

ENTERPRISE
Vaivém  espacial Enterprise

Neste pavilhão os visitantes “mergulham” na era da conquista do Espaço através de fotos, filmes e atividades interativas. Podem ainda experimentar um simulador de força G.

IMG_5808 (2)
O vaivém foi transportado num avião especialmente adaptado para o efeito

Estar ao lado do Concorde foi uma emoção! Foi mesmo aquele que atravessou o Oceano Atlântico em 7 de Fevereiro de 1996, a uma velocidade de 2179Km/h em apenas 2horas, 52 minutos e 59 segundos, num voo entre Nova Iorque e Londres!

IMG_5897 (2)
O avião supersónico Concorde

Por baixo das suas asas está instalado um agradável bar/esplanada com vista para o Rio Hudson.

CAFÉ
Tomar um café à sombra das asas do Concorde… impensável!

O museu apresenta também exposições temporárias. Quando lá estivemos, estava em curso a exposição “Drones, is the sky the limit?” sobre a tecnologia zângão, desde as primeiras máquinas voadoras não tripuladas até sistemas avançados do século XXI.

DRONE
Um dos drones da exposição temporária

O museu está aberto todos os dias das 10h às 17 horas e aos fins-de-semana e feriados até às 18 horas. O preço dos ingressos é o seguinte: crianças 5/12 anos = $24, adultos =$33, séniores = $31. Se tiver comprado o City Pass sabe que este museu aparece ao lado do Museu Memorial 9/11 como opção de escolha. Se este museu não tiver sido a sua primeira opção, saiba que pode aqui usufruir de 10% de desconto nos bilhetes. Não perca a visita ao Intrepid Sea, Air & Space Museum.

HUDSON
Vista do Rio Hudson a partir da plataforma do cais 86

♥ Boa viagem ♥

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s