Uma visita ao Palácio Nacional de Queluz

Em Portugal encontram-se alguns dos mais belos palácios do continente europeu. Visitando estas riquezas arquitectónicas adquire-se algum conhecimento sobre a forma como viviam os soberanos portugueses e dão-se a conhecer passagens da História deste país, que tanto deu ao Mundo. O Palácio Nacional de Queluz ou Palácio Real de Queluz está localizado na cidade de Queluz que faz parte do Município de Sintra, pertencente à Região Metropolitana de Lisboa. Apenas 12 Km o separam do Centro Histórico da capital portuguesa.

20150823_144159
Jardim de Malta (em referência à Ordem de Malta de que D. Pedro III era Grão- Mestre)
20150823_144949 (2)
Pavilhão Robillion (nome do arquitecto que o idealizou)

Foi mandado construir em 1747 por D. Pedro de Bragança, em estilo rococó e barroco, para servir de residência de Verão à Família Real. Após o terramoto que abalou Lisboa em 1755, o palácio sofreu obras de reconstrução.

20150823_141725 (2)
Sala onde se encontram em exposição as porcelanas, cristais e pratas da Família Real

Em 1760, D. Pedro (futuro Rei D. Pedro III de Portugal) casa com a sua sobrinha D. Maria (futura Rainha D. Maria I). Foi nessa altura que se deu início à construção dos magníficos jardins do palácio, onde se podem contemplar belíssimas estátuas de mármore inspiradas na mitologia clássica, monumentais escadarias e jogos de água que dão origem a lagos com fontes que emprestam a este lugar uma admirável beleza.

20150823_143650 (2)
Canal dos Azulejos onde estão representadas cenas da vida portuguesa no século XVIII
20150823_145155
Pórtico da Fama
20150823_144501 (2)
Lago de Neptuno
20150823_145013 (2)
Lago de Nereide

Mais tarde uma das alas do palácio serviu como lugar discreto de encarceramento para a Rainha D. Maria I, acometida de loucura após a morte do marido. Este espaço de entretenimento e habitação da Família Real manteve-se com esta finalidade até que, em 1807, os monarcas tiveram que encetar uma fuga para o Brasil por causa das invasões francesas a Portugal.

20150823_143616 (2)
Sala do Despacho
20150823_140502 (2)
Sala da Música

Em 1934 um grande incêndio destruiu o interior do palácio. Depois de sofrer grandes obras de restauro, foi então aberto ao público para visitas turísticas onde se dá a conhecer a ostentação da época e a riqueza dos pormenores do Palácio Real.

20150823_140841 (3)
Aposentos da Princesa D. Maria Francisca Benedita, filha mais nova do Rei D. Pedro III e de D. Maria I
20150823_143352 (2)
Pormenores no quarto D. Quixote
20150823_142238 (2)
Quarto de D. José, pai de D. Maria I

Hoje em dia o Palácio Nacional de Queluz continua a ser utilizado para concertos e banquetes oficiais, oferecidos pela Presidência da República. O pavilhão de D. Maria I é actualmente usado como quarto de hóspedes, exclusivo para Chefes de Estado estrangeiros que visitam o nosso país.

20150823_142733 (2)
Sala dos Embaixadores
20150823_140340 (2)
Sala do Trono onde também são servidos os jantares oficiais
20150823_141405 (2)
Por todo o lado imperam pormenores de requinte, desde o tecto até ao chão

Este belo palácio, frequentemente chamado “Versalhes português”, encontra-se aberto ao público todos os dias das 10h às 19 horas. O preço do ingresso são 10€ para adultos e 8.50€ para jovens até aos 17 anos e maiores de 65 anos.

20150823_142032 (2)
Corredor dos Azulejos
20150823_142101 (2)
Coche de passeio
20150823_140637 (2)
Interior da capela do palácio

Junte a família e venha conhecer um pouco mais sobre a História de Portugal.

♥ Boa viagem ♥

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s