O Vale do Loire e os seus castelos – uma herança cultural e patrimonial

Para visitar o Vale do Loire é preciso deslocar-se até ao coração de França. Cidades históricas, monumentos arquitectónicos e terrenos cultivados onde são produzidos afamados vinhos, transportam os turistas para paisagens avassaladoras. Desde a Idade Média que os Reis e a aristocracia francesa mostraram ser este, um dos seus locais favoritos. É devido a esse facto que aqui se encontram concentrados mais de duas centenas de castelos!

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Pelos caminhos do Loire…

A região do Vale do Loire que começa a 180 Km de Paris e vai até ao Oceano Atlântico e que os franceses carinhosamente apelidam de “Jardim de França”, foi reconhecida como Património Mundial da UNESCO em 2000.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
O Vale do Loire faz jus ao nome “Jardim de França”

É justo que se fale um pouco do rio que empresta o nome a tão nobre região. O Rio Loire é o mais longo de França com 1020 Km de extensão. A sua bacia hidrográfica ocupa mais de um quinto do território francês e o seu caudal é alimentado pela neve que derrete das montanhas. Ao atravessar dezenas de pequenas cidades, o seu leito deixa um rasto de beleza que proporciona, nas suas margens, locais de puro relaxamento.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
O Rio Loire junto a Angers

Esta é a principal região agrícola de França que, devido ao seu clima, aqui produz legumes, cereais e frutos de óptima qualidade, sendo de destacar a sua paisagem vinícola onde se produzem os famosos vinhos brancos e espumantes franceses.

SAUMUR (2)
Vinhas em redor do Castelo de Saumur

Para visitarmos toda esta região precisaríamos de mais do que uma semana, mas o facto de não termos esse tempo não nos impediu de ir conhecer, pelo menos, uma pequena parte. Nós fizemos este passeio inseridas num circuito organizado e ficámos alojadas na cidade de Tours, a “capital do Loire”. O Hotel Oceania L’Univers, mesmo no centro da cidade, foi perfeito em todos os aspectos para esta nossa breve estadia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Entrada do Hotel Oceania L’Univers Tours
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
A decoração do interior do hotel é composta por maravilhosas pinturas

A cidade de Tours tem 142.000 habitantes que se orgulham da sua História e recebem todos os anos de braços abertos, os 25.000 estudantes universitários que enchem de vida as suas ruas e esplanadas. Junto à Ponte Wilson, a mais próxima do Centro, realizam-se durante o Verão vários concertos, espectáculos de rua e cinema ao ar livre.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
A Ponte Wilson e a área onde se realizam vários eventos durante o Verão
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Fachada principal do Grande Teatro de Tours

O bairro pedonal Plumereau e a sua praça com o mesmo nome, marcam a zona velha da cidade com os seus edifícios revestidos a madeira que lhe dão um ar muito característico.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
As casas típicas da zona velha da cidade
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
As esplanadas da Praça Plumereau

A Catedral Saint-Gatien ou Catedral de Tours é a imponente edificação que se salienta na paisagem. A sua construção iniciou-se em 1170 para homenagear o primeiro Bispo de Tours. Está aberta todos os dias entre as 9h e as 18 horas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
A Catedral Saint-Gatien
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Detalhe do interior da Catedral de Tours

Ao lado da Catedral e no edifício do antigo Palácio do Bispo, está agora o Museu das Belas Artes, um dos maiores de França. A sua construção data do século IV mas foi recuperado para que pudessem ser expostas obras valiosíssimas de diferentes áreas artísticas. O espaço tem ainda uma enorme biblioteca e um jardim de valor incalculável. O Museu encontra-se aberto todos os dias das 9h às 12h45 e das 14h às 18 horas. A entrada custa 2€.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
A bonita entrada do Museu das Belas Artes
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
La Grande Breteche é o convento construído no início do século XIX onde, em 1996, ficou alojado o Papa João Paulo II por ocasião da sua visita à cidade

A Praça Jean Jaurés (junto ao hotel) é dominada pelo Palácio da Justiça e pelo edifício monumental da Câmara Municipal que foi construído no final do século XIX. No seu interior, ricamente decorado e com escadarias em mármore, realizam-se exposições temporárias e importantes eventos oficiais.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
O Palácio da Justiça
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
o bonito edifício da Câmara Municipal de Tours

Depois desta volta de reconhecimento da cidade, fomos então à descoberta de alguns dos castelos em redor. Depois de percorridos 120 Km chegámos a Angers. O seu castelo também chamado Château du Roi René, que aqui nasceu em 1409, foi mandado construir por Luís XIV em 1230.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
O Castelo de Angers

Uma parte dos habitantes foi expulso da cidade para que houvesse espaço para estender as suas 17 torres com 30 metros de altura e 18 metros de largura e também para o fosso que hoje em dia está transformado em jardim.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
O fosso-jardim do castelo de Angers

No seu interior, para além de poder testemunhar o esplendor da vida na corte, o visitante pode ainda apreciar a “Tapeçaria do Apocalipse”, o maior tapete do Mundo com 100 metros de comprimento, uma fantástica obra de arte medieval. O castelo está aberto ao público todos os dias entre as 10h e as 17h30 e a entrada custa 9€.

tapete
A sala da “Tapeçaria do Apocalipse”
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Perto do castelo está a estátua do Rei Renato I de Nápoles (Le Roi René)

Depois desta visita almoçamos no belo restaurante “Le Prieuré”, integrado num alojamento local apalaçado à beira do Rio Maine (afluente do Rio Loire). Uma refeição dos Deuses!…

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
O Restaurante “Le Prieuré”
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
O requinte mora aqui…
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Umas farófias de ir ao céu e voltar!!!

Bem mais perto do nosso “quartel-general”, a apenas 25 Km, fica o Castelo Real de Amboise. Os vários Reis que aqui residiram foram deixando a sua marca pelo que, este é um bom exemplo da evolução arquitectónica da época. A sua construção data do século XI.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Castelo Real de Amboise

O seu interior guarda o túmulo de Leonardo da Vinci que viveu na cidade de Amboise durante os últimos anos da sua vida e aqui morreu em 1519. A visita contempla os alojamentos reais, as torres altas e os belos jardins com vista para o Loire, que fazem parte dos primeiros terrenos ajardinados em França. O castelo está aberto ao público todos os dias entre as 9h e as 19 horas. A entrada é gratuita até aos 7 anos, até aos 18 anos/7.80€, adultos/11.70€ e pessoas com mobilidade reduzida e acompanhante/9.70€.

TÚMULO VINCI (2)
O túmulo de Leonardo da Vinci na capela do Castelo de Amboise

O jantar foi no Restaurante “Brasserie de L’Univers”, pertencente ao hotel onde estávamos alojadas. A comida foi muito boa, o atendimento impecável e com uma decoração de muito bom gosto.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
O Restaurante “Brasserie de L’Univers”
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
O espectacular tecto do restaurante

No dia seguinte fizemo-nos outra vez à estrada e, 80 Km depois, chegámos a Chambord. O Castelo de Chambord é o maior de todo o Vale do Loire e também o único ao qual se pode aplicar a denominação de castelo e palácio, porque a sua arquitectura renascentista assim o permite.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
O Castelo de Chambord

O castelo tem 128 metros de fachadas e 800 colunas. Foi mandado construir pelo Rei D. Francisco I na primeira metade do século XVI e diz-se que Leonardo da Vinci terá sido o autor das famosas escadarias interiores em dupla hélice que permitiam ao Rei ver e ser visto. As escadas culminam no topo das torres de onde se pode apreciar uma vista deslumbrante sobre o Vale do Loire.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
A torre da escadaria em dupla hélice

Para aqui foram trazidas e se mantiveram guardadas algumas das mais importantes obras do Museu do Louvre, durante a Segunda Guerra Mundial. O Castelo de Chambord está aberto todos os dias entre as 9h e as 18 horas. No Inverno encerra às 17 horas e a entrada custa 13€/adultos e é grátis até aos 18 anos ou até aos 25 anos para cidadãos da União Europeia e ainda para pessoas portadoras de deficiência e acompanhante.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Os jardins de Chambord parecem não ter fim…

A nossa pequena ronda por este extraordinário destino termina no Castelo de Cheverny que fica apenas a 17Km do anterior. O palácio foi mandado construir pelo filho do Conde de Cheverny, Philippe Hurault, entre 1624 e 1630 e passou por muitas mãos até ser comprado de novo pela família Hurault em 1824.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
O Castelo de Cheverny
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Um aspecto do interior do castelo

Esta família continua a habitar o Château de Cheverny que dizem ser o mais bonito do Vale do Loire por causa da sua magnífica decoração interior. Hergé inspirou-se neste castelo para criar o “Château de Moulinsart” de “As aventuras de Tintim”. O castelo encontra-se aberto no Inverno entre as 10h e as 17 horas e no Verão entre as 9h15 e as 18h30. A entrada é grátis até aos 7 anos, até aos 14 anos/8.20€ e adultos/11.50€.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
O jardim do Castelo de Cheverny
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
O “Tintin” espreita na janela  que está sobre a entrada e a bilheteira

É ainda de salientar o excelente almoço que nos foi servido no Restaurante “La Terrace du Pinocchio” em Cheverny e com um atendimento irrepreensível.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Entrada do restaurante em Cheverny
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Ai as sobremesas!…

A Gare de Tours serve de partida e chegada de comboios de todos os pontos de França. A cidade também tem um aeroporto que serve algumas companhias aéreas low cost. Para quem não quer ou não pode andar de carro por estas paragens, os hotéis e agências locais organizam excursões diárias a vários castelos e palácios.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Gare de Tours
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
O moderno edifício do Centro de Congressos de Tours

Tenham o tempo que tiverem e seja qual for o meio de transporte escolhido, não deixem de equacionar um passeio pelo Vale do Loire e… sintam-se como Reis no meio de belas paisagens, boa gastronomia e bons vinhos!…

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Parta à descoberta dos palácios e jardins do Loire…

♥ Boa viagem ♥

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s