Museu Nacional dos Coches – uma colecção única no mundo

Quando se está em Lisboa e se pensa quais os museus a visitar, a tarefa revela-se difícil pois a capital de Portugal é pródiga em museus de qualidade e com temas muito diversificados. O Museu Nacional dos Coches, situado em Belém, exibe a mais importante colecção de carruagens reais do mundo. Sem querer ser exaustiva, faz sentido falar sobre este museu acompanhando um pouco da História de Portugal e de como a corte resolvia os seus problemas de locomoção.

PICAD
Picadeiro Real

É a Rainha D. Amélia que tem a iniciativa (muito contra a vontade do Rei D. Carlos I seu marido) de reunir num só espaço e mostrar ao povo a importante colecção de viaturas da Casa Real. É então restaurado o Picadeiro Real para receber o primeiro museu de coches do mundo. A sua inauguração dá-se a 23 de Maio de 1905 e é um acontecimento com grande sucesso.

INT
Sala principal do Picadeiro Real
PIC
Aqui no antigo edifício ainda se podem ver alguns dos coches que estão à espera de vez para serem restaurados
20190608_121350 (2)
Um carro de bombeiros com tracção animal

O Museu dos Coches Reaes como foi primeiramente chamado, muda de nome aquando da Implantação da República. Nessa altura, em 1910, foram recolhidas várias viaturas que se encontravam espalhadas pelos diversos palácios e igrejas aumentando assim consideravelmente a colecção, tendo sido necessário fazer obras de ampliação depois das quais o museu passou a ser Museu Nacional dos Coches.

IMAGEM
As berlindas processionais, estas do século XVIII, foram feitas para transportar as imagens religiosas durante as procissões
PAT
Uma das viaturas eclesiásticas. Os membros do alto clero eram equiparados à Nobreza e por isso tinham direito a viaturas próprias

Em 2015 foi inaugurado, em frente ao Picadeiro Real, um novo edifício com um espaço mais amplo que permite agora que o visitante observe os belos pormenores dos coches de todos os ângulos, coisa que era impossível fazer anteriormente.

MUS
O novo edifício do Museu Nacional dos Coches inaugurado em 2015

Uma curiosidade: o primeiro modelo de coche foi fabricado em Kotze, uma pequena localidade na Hungria e daí derivou o nome “coche”. A primeira exportação foi para Itália, tendo sido depois estendida a toda a Europa.

MESA
O coche com mesa ao centro foi o único fabricado com esta particularidade. Foi usado na viagem até à fronteira do Caia onde se realizou o casamento de príncipes e princesas portugueses e espanhóis com o fim de reatar as boas relações entre os dois países, após a Restauração da Independência em 1640
CACA
A caça sempre foi um dos grandes divertimentos da nobreza. No século XIX surgiram os Charabãs que transportavam os caçadores e as suas acompanhantes que, assim, podiam ficar comodamente instaladas a assistir em zonas altas

São 9000 as peças em exposição de entre as quais se destacam os artísticos coches, berlindas carruagens, liteiras, cadeirinhas, carrinhos de passeio de crianças, mala-postas, uniformes, armas, arreios equestres, acessórios, enfim um sem número de objectos ligados à época entre os séculos XVI e XIX.

ANTIGO
O coche mais antigo do mundo pertenceu ao Rei Filipe II (Filipe III de Espanha) que nele se deslocou de Madrid para visitar Portugal em 1619, altura em que o nosso país estava sob o domínio espanhol
TRIUM
O Coche do Embaixador fazia parte da comitiva de 15 coches e 300 outros veículos que o Rei D. João V enviou a Roma para pedir ao Papa um Cardeal Patriarca para Lisboa
OCEA
Da comitiva que foi a Roma fazia parte o Coche dos Oceanos. Era preciso convencer o Papa que Portugal era dono de um vasto império e controlava uma boa parte do comércio mundial. Este coche representava a opulência e as conquistas dos navegadores portugueses. A sua entrada triunfal em Roma convenceu o Papa Clemente XIII que elegeu D. Tomás de Almeida como primeiro Cardeal Patriarca de Lisboa em Dezembro de 1737
APARATO
A Berlinda surge em Berlim (daí o seu nome) no século XVII e distingue-se desde logo pelo tipo de suspensão que torna as viagens mais cómodas

Todos eles são acompanhados com quadros que descrevem a sua origem, qual a finalidade para a qual foram construídos e a quem pertenciam. Nas paredes, propositadamente brancas, são projectadas imagens multimédia que mostram os membros da corte usando os veículos nas diferentes ocasiões.

20190608_102713 (2)
Imagens multimédia são projectadas nas paredes e vão-nos mostrando os veículos expostos a serem usados nas diferentes ocasiões
COROA
Carruagem de estilo Império que foi usada na coroação do Rei D. Carlos I em 1889
TRAG
Uniformes das equipagens da Corte
lossy-page1-800px-Trombeta_de_Charamela_Real,_Museu_Nacional_dos_Coches.tif
Trombeta de Charamela Real

Além da colecção permanente, neste novo edifício estão contempladas áreas para arquivos, biblioteca, auditório para actividades culturais e oficina de restauro onde podem trabalhar simultaneamente 20 pessoas.

SEGES
As Seges surgiram no século XVIII e eram viaturas práticas para o dia-a-dia. Eram puxadas por um ou dois cavalos e podiam ser conduzidas pelo ocupante. Foram os primeiros veículos de aluguer em Lisboa
20190608_104737 (2)
A Mala-posta aparece no final do século XVIII para transportar o correio. Como era um veículo muito robusto também transportava passageiros e bagagem

As exposições temporárias também têm um lugar de destaque. Quando aqui nos deslocamos estavam patentes ao público duas exposições de pintura, uma sobre os Reis e Rainhas de Portugal do pintor Norberto Nunes e a outra baseada nas deslocações do primeiro automóvel em Portugal do pintor D’Assis Cordeiro.

REIS
Os Reis e Rainhas de Portugal aos olhos do pintor Norberto Nunes
GAS
Panhard et Levassor foi o primeiro automóvel a gasolina que circulou em Portugal. Foi comprado em Paris em 1895 pelo Conde Jorge de Avillez, um dos homens mais ricos de Portugal
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
As pinturas do artista dão a conhecer a primeira viagem do automóvel até Santiago do Cacém depois de ter atravessado o Rio Tejo de barco até ao Barreiro. Na viagem que se iniciou a 14 de Outubro de 1895, o Conde fez-se acompanhar de dois amigos

Havia também uma interessante mostra da arte do modelismo de coches em miniatura da autoria de José Carlos Brito. Numa outra sala pudemos ainda tomar contacto com as esculturas em vidro do artista romeno Ioan Nemtoi.

MINI
Aspecto da exposição de miniaturas
VIDRP
Uma das esculturas em vidro do artista romeno

O Museu Nacional dos Coches proporciona um incrível regresso ao passado, fornecendo a cronologia perfeita que nos permite acompanhar a evolução do transporte de pessoas ao longo dos séculos e as melhorias implantadas no sentido de tornar as deslocações mais confortáveis… um autêntico passeio no tempo!

TRAÇA
Pormenor do mecanismo de tracção que tornou as viagens mais confortáveis ao longo dos difíceis caminhos que existiam na época

Foram realizados vários cortejos em Lisboa com as carruagens que a nova burguesia rica gostava de exibir para se afirmar na sociedade. Em 1957 assistiu-se ao último grande cortejo na cidade por ocasião da visita da Rainha Isabel II a Portugal.

REAL
Berlinda da Casa Real. Os painéis laterais exibem figuras que representam as 4 estações do ano

A passagem por este museu fica mais completa com a deslocação aos dois edifícios referenciados (museu e picadeiro). O Museu Nacional dos Coches encontra-se aberto de terça-feira a domingo entre as 10h e as 18 horas. O Picadeiro Real encerra para o almoço entre as 12h30 e as 14 horas. O ingresso para a visita completa custa 10€ mas se apenas quiser ficar pelo edifício principal paga 8€.

LITEIRAS
As Liteiras foram usadas até ao século XIX para pequenas deslocações nas ruas estreitas da cidade ou em caminhos difíceis
CRIANÇA
Os carrinhos de Criança eram usados pelos pequenos príncipes e princesas para os seus passeios nos parques e jardins e… já tinham cintos de segurança!!! Eram puxados por póneis ou carneiros

Venha ver como os nossos antepassados se deslocavam e de que forma, a certa altura, os cavalos… saltaram para o motor!…

COTREAL
Um cortejo real
BELEM
Vista parcial de Belém a partir de uma das janelas do museu

♥ Boa viagem ♥

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s