As ruínas de Pompeia

Pompeia é uma cidade da antiga Roma, localizada na região da Campânia, no sul de Itália, que foi destruída pela erupção do Vesúvio, no ano 79 d.C. Devido ao seu valor arqueológico foi elevada, em 1997, a Património Mundial pela UNESCO.

978
O Vesúvio visto do Golfo de Nápoles

Na manhã do dia 24 de Agosto de 79 d.C. um forte estrondo assolou a região do Vesúvio. O céu escureceu com as nuvens de gás, pedra-pomes e lava lançadas para o ar. Os pompeianos tentaram proteger-se nas suas casas mas, na madrugada do dia seguinte, uma violenta explosão de gás tóxico e cinzas invadiu a cidade, devastando-a. Pompeia ficou soterrada debaixo de 6 metros de cinza e assim continuou até 1748, quando foram realizadas as primeiras escavações que só a partir de 1860 começaram a ser feitas de forma regular.
Hoje, Pompeia transporta os visitantes para o dia em que foi devastada. As cinzas que a soterraram foram as mesmas que a conservaram.

hpim1479
Ruínas

Pompeia tem três entradas mas o ideal é procurar a entrada principal, a Porta Marina (Via Villa dei Misteri), onde pode encontrar mapas e folhetos informativos. O bilhete custa 11€ e é válido por 1 dia. No primeiro domingo de cada mês a entrada é gratuita.

909
Via Marina

Durante a visita vai ter oportunidade de ver as habitações simples do povo,  as casas dos nobres com pátios e frescos bem preservados, anfiteatros e outros espaços públicos.

hpim1477
Teatro Grande
910
Hall dos Teatros e Quartel dos Gladiadores

Como em qualquer cidade, já existia prostituição. Os prostíbulos eram muito frequentados e a sua localização estava identificada por gravações em alto relevo, nas pedras da ruas.

HPIM1488
Aqui há prostíbulo. É só seguir a “indicação”

A área dos Fóruns é a mais imponente. Aqui se concentram Termas, Templos, a Basílica e o Mercado (Macellum) entre outros.

915
A Basílica
914
Templo de Júpiter
926
Templo de Vespasiano

Apenas pequenos artefactos, encontrados nas escavações, estão expostos em Pompeia. Os mais importantes e valiosos encontram-se no Museu Arqueológico Nacional de Nápoles. Todos os corpos que vemos são moldes. Foi Giuseppe Fiorelli, diretor das escavações, quem se lembrou de injectar gesso nas cavidades dos corpos das vítimas para depois recriar as suas formas. Este método ficou conhecido como “método de Fiorelli”.

927
Pequenos artefactos e molde de um corpo

As ruas estão no formato original. por isso, prepare-se para andar horas sobre pedras. um calçado confortável é imprescindível. Pessoas com problemas de locomoção vão ter sérias dificuldades em fazer esta visita.

hpim14951
As ruas de Pompeia

Para não se perder em Pompeia, o ideal é levar um mapa que pode adquirir gratuitamente na bilheteira, antes de entrar no parque. O recinto é enorme. Se não tem muito tempo disponível, o mapa tem indicação das principais atracções e itinerários. Pode, também, alugar áudio guias ou requisitar o serviço de um guia oficial.

♥ Boa viagem ♥

Guia prático


♦ Quando ir

A área é muito descampada e tem poucos abrigos. No inverno faz muito frio e anoitece muito cedo o que pode reduzir o tempo de visita. A melhor altura para visitar é na primavera quando as temperaturas são mais amenas. No verão também é bom mas conte com muito calor.

♦ Como ir

Várias companhias aéreas fazem a ligação de Lisboa para Roma. Depois siga para a estação de comboios Roma Termini e escolha entre o Frecciarossa e o Intercity que demoram respetivamente 70 e 120 minutos a chegar à Estação Central de Nápoles. Daí siga as placas para a linha Circumvesuviana. Compre um bilhete simples em direção a Sorrento e saia na estação Pompei Scavi-Villa Misteri. A entrada do Parque Arqueológico fica bem perto.

♦ O que vestir

De Inverno vá bem agasalhado e leve proteção para a chuva. Nos meses mais quentes, roupas frescas mas pouco descobertas para não apanhar um escaldão. Também um chapéu, óculos de sol e um calçado confortável com sola resistente. O ideal é um bom par de ténis. Chinelos e sabrinas dificultam a caminhada no piso irregular e deixam passar o calor das pedras.

♦ Informações importantes

Se está de passagem e tiver bagagem grande, pode deixar guardada, em local próprio, na entrada da Porta Marina.

Os únicos lavabos e bar existentes no interior situam-se no Fórum, juntos às Termas. Se vai ficar muitas horas, é aconselhável levar algum comer e, sempre, muita água. Se for de verão, leve protetor solar.

Visite o nosso Guia de Viagem para a Itália onde encontrará indicações úteis sobre a entrada e permanência no país.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s